terça-feira, 24 de julho de 2018

O Programa UFPE no Meu Quintal está realizando, nesta terça-feira (24), o 2º dia de oficinas em Tuparetama

 📷 À esquerda, Bruno Amorim, estudante da UFPE realizando a oficina de Dança Contemporânea, em 24 de julho de 2018 (Foto: Fábio Rocha).


Por Fábio Rocha Assessor de Imprensa do Governo Municipal de Tuparetama

A prefeitura de Tuparetama em parceria com o Programa da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) no Meu Quintal estão realizando 24 oficinas, por todo o dia desta terça-feira (24), em Tuparetama. Entre estas foram realizadas, na manhã desta terça-feira, as oficinas de Aproveitamento Integral dos Alimentos, Lei Maria da Penha e Dança Contemporânea, em Tuparetama. As oficinas deste programa iniciaram em 23 e vão acabar em 27 de julho.

A oficina de Aproveitamento Integral dos Alimentos abordou as formas de conservar os alimentos e aproveitar as sobras para fazer horta. A de Dança Contemporânea abordou as questões da vulnerabilidade do corpo e a da Lei Maria da Penha explicou a aplicabilidade da lei. “É impedir que a humilhação não vire amanhã um empurrão”, disse Maria, estudante de direito da UFPE.

Segundo Alessandro Alves, estudante de geografia da UFPE, integrante da equipe que ministrou a oficina de Aproveitamento Integral dos Alimentos as pessoas devem aproveitar todas as potencialidades dos alimentos. “Aproveitando integralmente os alimentos, desde a parte interna, a casca e a semente”, disse Alessandro.

A oficina de Dança Contemporânea foi baseada nas questões do corpo potencializando os movimentos da dança. “É uma dança que essencialmente se preocupa com as questões de hoje. Não descarta as fragilidades”, disse Bruno Amorim, estudante do curso de Dança da UFPE. Todas as oficinas oferecem certificado aos participantes.

Veja mais fotos abaixo:

📷 Alessandro Alves, Hanna Tavares e José Queiroz, estudantes da UFPE realizando a oficina Aproveitamento Integral dos Alimentos (Foto: Fábio Rocha)

📷 Vanessa Oliveira e Maria Catarina estudantes da UFPE realizando a oficina Lei Maria da Penha, em 24 de julho de 2018 (Foto: Fábio Rocha)

📷 Bruno Amorim, estudante da UFPE, realizando a oficina de Dança Contemporânea, em 24 de julho de 2018 (Foto: Fábio Rocha)