sexta-feira, 5 de outubro de 2018

A prefeitura de Tuparetama entregou mais próteses dentárias aos munícipes

📷 Jânio Galvão, protético, Lucemar do Nascimento, paciente e Janileide Galvão, dentista da Secretaria de Saúde de Tuparetama, em 2 de outubro de 2018 (Foto: Gislayne dos Santos).


Por Fábio Rocha Assessor de Imprensa do Governo Municipal de Tuparetama

A prefeitura de Tuparetama através da Secretaria de Saúde realizou mais uma entrega de próteses dentárias no PSF Sede, na terça-feira 2 de outubro de 2018. As próteses dentárias estão sendo oferecidas aos munícipes no PSF do Distrito de Santa Rita, no PSF do Bairro Bom Jesus e no PSF Sede.

Cada PSF do município vem atendendo mensalmente o limite de 27 pacientes com uma média de 45 a 50 próteses dentárias realizadas por mês. “Estamos com uma equipe que tem zelo e atenção para com estes pacientes”, disse Elizabeth da Silva, secretária de Saúde de Tuparetama.

Segundo Elizabeth, estas realizações de próteses fazem parte do Programa Brasil Sorridente que foi colocado à disposição dos munícipes logo no primeiro ano deste governo de Sávio. “É um programa de doação de prótese dentária a pessoas comprovadamente carentes do município”, disse Elizabeth.

Antes de ser atendido por o protético o paciente deve ir ao dentista que está sendo oferecido em cada PSF do município. “Pra avaliar se não há na inflamado na boca, se a gengiva está saudável, se precisa de extrações e se tem algum dente com mobilidade”, disse a dentista Janileide Galvão da Secretaria de Saúde de Tuparetama.

O protético Jânio Galvão atende 1 vez ao mês em cada PSF do município sendo oferecidas à população a prótese total, a prótese parcial e a prótese fixa adesiva. O dia deste atendimento está sendo avisado aos munícipes por os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) de cada PSF. “É uma média de 35 dias para a entrega da prótese”, disse Jânio.

De acordo com Jânio, as pessoas que querem fazer uma prótese devem ir ao protético em cada uma das 4 etapas da confecção. “A 1ª é a de moldagem, a 2ª etapa é a prova de orientação, a 3ª etapa é a prova de oclusão e a 4ª é a entrega das próteses”, disse o Jânio.

Veja mais fotos abaixo:

📷 Jânio Galvão, protético, Maria Antonieta, paciente, e Janileide Galvão, em 2 de outubro de 2018 (Foto: Gislayne dos Santos).